Arquivo

Siga-nos!

   Perfil no Google Plus Feeds RSS


Gostou? Divulgue!

Você tem um blog e gostou de nosso conteúdo? Adicione um botãozinho para nós em seu blogroll. Basta copiar o código a seguir!

O resultado será:
Géssica Hellmann & Cia - Consultoria de Marketing de Conteúdo


Pesquise (via Ixquick)




Neste SiteNa Web


Atualizações por email

Preencha o formulário abaixo para receber gratuitamente em seu email as atualizações do blog “Marketing de Conteúdo por Géssica Hellmann & Cia”.

Política de Privacidade

Email

Nome
Empresa


Direitos Autorais

O conteúdo deste blog é protegido por direitos autorais. Se você quiser reproduzir na web qualquer conteúdo originalmente publicado aqui, lembre-se de atribuir a autoria a Géssica Hellmann & Cia. Ltda e incluir um link direto para página de onde copiou o conteúdo.
Licença Creative Commons

Licença Creative Commons
Mais detalhes em: http://gessicahellmann.com/creative-commons/

Protegido contra plágio

Protected by Copyscape Online Plagiarism Test

Diretórios
5e82e314-6c21-454b-b188-49d50f892d2d
Business blog


Arquivos


Como pedir um orçamento de serviços de marketing online

Boa parte dos contatos que recebemos através deste site envolve um pedido de “orçamento”. Basicamente, a pessoa nos informa que tem uma empresa, um site, um perfil no Facebook, e quer saber “quanto custam” nossos serviços.

Nossa primeira reação diante de todas as mensagens recebidas é sempre dizer “muito obrigado pelo contato“. Sim, nós queremos que você entre em contato conosco esclarecendo qual é o seu problema e como podemos ajudar você a resolvê-lo.

O segundo passo é anexar à mensagem o arquivo atualizado de apresentação da nossa empresa, no qual você encontrará uma descrição resumida e bastante objetiva dos nossos serviços de Consultoria, Auditoria, Treinamento e Assessoria, com algumas ideias de situações em que cada serviço é aplicável.

Sim, é claro que podemos produzir conteúdo para seu blog, seus perfis no Twitter e no Facebook. Sim, também podemos produzir conteúdo para seu Flickr, Instagram, Youtube, Pinterest. Sim, podemos divulgar sua marca no Linkedin, no Twitter, Foursquare. Sim, podemos gerenciar perfis no Yahoo Respostas Brasil, no Dihitt, gerenciar campanhas publicitárias, criar promoções, desenvolver sites e sistemas de e-commerce, entre muitas outras atividades típicas de uma empresa de consultoria e assessoria de comunicação e marketing online.

Observe, no entanto, que nossos serviços são personalizados para cada cliente. Desta forma, não dispomos de uma “tabela de preços”, nem podemos enviar um “orçamento” ou “proposta comercial” sem saber exatamente qual é a sua empresa, o que você pretende pretende conseguir e quanto pretende investir para produzir o resultado desejado.

De fato, nosso principal “produto” é, na realidade, um “plano de investimento em marketing online“, em que explicamos para você qual a melhor maneira de investir a sua verba para atingir o seu objetivo.

Caso você não tenha definido uma verba – situação de 99,9% das empresas que nos procuram – nós podemos orientar você quanto aos valores mínimos para realizar seus objetivos de marketing online.

Caso você não tenha definido objetivos de comunicação precisos – situação muito comum, já que nem sempre é fácil decidir quais objetivos de comunicação são adequados aos objetivos de marketing de cada empresa – nós também podemos prover orientação nesse sentido.

Perceba que a decisão mais importante de todas é decidir o que você quer conseguir dentro de quanto tempo. O resto é consequência.

Tendo esclarecido esse ponto, o seu próximo passo é preencher o formulário abaixo, informando seu nome, sua empresa, seu website, seu telefone/endereço Skype e um resumo do seu problema.

Nossa política é responder a todos os contatos no máximo até o primeiro dia útil após o recebimento da mensagem. Na nossa resposta, você receberá nossa avaliação prévia resumida sobre a situação e, se for o caso, ofereceremos 3 opções de horários para efetuarmos uma reunião via Skype. Caso esteja disponível em um dos horários que oferecermos, você responderá ao nosso email confirmando sua presença no horário escolhido.

Durante os 30 minutos de nossa reunião por Skype, vamos procurar esclarecer os detalhes do seu problema, definindo objetivos claros dentro de uma faixa de orçamento compatível com a realidade de sua empresa.

Caso você esteja em dúvida sobre o caminho a seguir e quanto ao orçamento a investir, você poderá contratar nosso serviço de consultoria, em que discutiremos juntos as possíveis soluções para seu problema e consolidaremos todas as ideias em um plano escrito detalhado, com cronograma de execução, aplicações mensais de orçamento por mídia e métodos de mensuração do desempenho.

Caso você já tenha uma visão mais clara do problema, poderemos passar logo ao desenvolvimento de uma solução nas modalidades Assessoria, Treinamento, Auditoria ou Sistemas de Marketing Online para Pequenas Empresas.

Enfim, você sempre terá o controle sobre tudo o que faremos e quanto você vai investir. Ao lidar com a gente, você tem a garantia de total transparência quanto a todos os aspectos de um serviço feito sob medida para as necessidades de sua empresa.

Agora é com você. O formulário de contato está disponível logo a seguir!







Artigos relacionados

Pesquisa Marketing Digital 2013: Objetivos

Neste segundo artigo da série relativa à “Pesquisa Marketing Digital 2013: o papel das Agências e Consultorias”, abordaremos a questão 6, referente aos objetivos que as empresas desejam atingir com seu mix de marketing digital. Veja as respostas no gráfico 1.

Gráfico 1 - Pergunta 6: “Quais são os objetivos que sua empresa deseja realizar aplicando as ferramentas de marketing online especificadas na questão anterior? Fonte: Géssica Hellmann & Cia (2013).

Gráfico 1 – Pergunta 6: “Quais são os objetivos que sua empresa deseja realizar aplicando as ferramentas de marketing online especificadas na questão anterior? Fonte: Géssica Hellmann & Cia (2013).

Observa-se nas respostas que a principal categoria de objetivos atribuídos ao marketing digital é a manutenção de relacionamento com clientes, sejam atuais ou potenciais, ambos citados por mais de 70% dos respondentes.

Na faixa entre 50 e 60% das citações, vemos “aumentar a consciência da marca”, “fornecer informações sobre ofertas, produtos e serviços” e “gerar leads”. É interessante observar que se tratam de objetivos típicos de comunicação, isto é, ligados à intenção de despertar atenção, necessidades, desejos, lembranças e associações de ideias.

Com mais de 40% das citações, vemos o objetivo mais diretamente ligado à tarefa de marketing e vendas em sentido mais estrito: aumentar a receita de vendas.

Abaixo dos 40%, encontramos mais de uma dezena de objetivos ligados a diversas áreas do marketing e da comunicação.

Na média, os profissionais consultados afirmaram que sua empresa tenta realizar 6,64 tipos de objetivos com seu mix de marketing digital.

Precisa de ajuda para otimizar o mix de objetivos de comunicação e marketing em sua empresa? Entre em contato pelo formulário abaixo!







Artigos relacionados

Brasileiros são recordistas em consumo de mídia online

O US Media Consulting realizou uma ampla revisão de pesquisas diversas fontes sobre consumo de mídia no Brasil que contém dados fundamentais para a formulação de estratégias de comunicação em nosso contexto de negócios. Vamos conferir alguns dos principais resultados.

Onde o brasileiro faz pesquisa na web? Fonte: comScore/US Media Consulting (2013). Gráfico por Géssica Hellmann & Cia/Infogr.am

Onde o brasileiro faz pesquisa na web? Fonte: comScore/US Media Consulting (2013). Gráfico por Géssica Hellmann & Cia/Infogr.am

  • Segundo estudo da KPMG, os brasileiros gastam 15 dólares por mês na mídias tradicionais contra 6 dólares por mês em mídia digital.
  • Mais brasileiros leem notícias online do que em jornais.
  • Os brasileiros consomem mais mídia digital do que as pessoas em outros mercados de grande porte, inclusive os EUA.
  • 57% dos brasileiros assistem a TV e usam a internet para atividades não relacionadas às mídias sociais.
  • 37% assistem à TV ao mesmo tempo em que acessam as mídias sociais.
  • Os 3 hábitos de consumo de mídia online mais frequentes entre brasileiros são visitar sites de redes sociais (77%), acessar notícias online (70%) e acessar mapas (57%).
  • As 3 atividades mais frequentes dos brasileiros nas mídias offline são assistir a TV (85%), ouvir rádio (61%) e ler jornais (57%).
  • A verba publicitária alocada na internet já é superior ao montante investido na mídia jornal, segundo dados do IAB Brasil.
  • Estudo divulgado pela comScore revelou que a audiência de vídeos online cresceu 18% entre os brasileiros em dezembro de 2012 na comparação com dezembro de 2011.
  • Os hábitos brasileiros de pesquisa na internet são os seguintes, em número de buscas por usuário por mês:
  1. Google: 129
  2. Mercado Livre: 11,8
  3. Bing: 8,6
  4. Yahoo: 5,9
  5. Facebook: 4,6
  • Os sites que estão apresentando o maior crescimento são os de saúde com crescimento de 18% em 2012 e os de estilo de vida, que cresceram 17%.
  • Os brasileiros gastaram 579 minutos por usuário por mês nas mídias sociais em dezembro de 2012, sendo que 93% desse tempo é gasto no Facebook. A segunda rede em que os brasileiros gastam mais tempo é o Ask.fm, com 2,1%.
  • Estudo da McKinsey identificou 7 segmentos fundamentais entre os consumidores brasileiros de mídia online:
  1. Comunicadores digitais (26%). Neste segmento, 61% são mulheres, 67% de classe média superior, com idade média de 30 anos e gastam mais tempo nas mídias sociais do que outros grupos.
  2. Vídeo Digerati (20%). Consomem mais vídeos do que a média dos brasileiros. 55% são homens, com idade média de 30 anos e 51% são de classe média.
  3. Tradicionalistas (15%). Esta categoria tem mais mulheres (55%) do que homens, tem idade média de 33 anos e 45% são de classe média. Este grupo gasta menos tempo do que a média em redes sociais.
  4. Trabalhadores a caminho (13%). A maior parte deste grupo é composta por mulheres (60%), majoritariamente de classe média (55%), com idade média igual a 32 anos. Este grupo gasta mais tempo usando seus telefones celulares do que o consumidor médio.
  5. Viciados em mídia digital (13%). Público predominantemente masculino (63%), idade média de 26 anos. 47% são de classe média.
  6. Profissionais (8%). A idade média deste grupo é de 37 anos, 56% são homens e 71% de classe média superior.
  7. Gamers (5%). 52% são homens e de classe média e a idade média deste grupo é de 26 anos.

Consequências para as empresas brasileiras

Embora as mídias offline reinem supremas entre os brasileiros, as mídias online estão rapidamente conquistando espaço, o que gera a necessidade de uma distribuição estratégica entre as mídias on e offline para atender a diferentes públicos e atingir os objetivos desejados de cobertura e frequência no target.

Cada vez mais, a atividade de programação de mídia no Brasil requer amplo acesso a dados confiáveis sobre consumo de meios e veículos, sejam eles on ou offline. Em especial, é preciso acompanhar o comportamento dinâmico do consumidor online, para programar o melhor mix e otimizar o seu investimento publicitário.

Precisa de ajuda? Entre em contato pelo formulário a seguir.







Artigos relacionados

Marketing online: as 7 condições para o sucesso

1 – O seu site deve ser otimizado para seres humanos

Por um lado, o Google não cessa jamais de aperfeiçoar o seu algoritmo. Por outro, quem vai comprar o seu produto não é o Google, mas as pessoas que vão chegar até seu site e se informar sobre sua oferta. Por isso, o SEO deve ser consequência de sua estratégia de marketing na internet, jamais a causa ou o objetivo final.

Pense primeiro nos argumentos de vendas, depois nos detalhes de SEO.

2 – O marketing de conteúdo atende à necessidade que os clientes têm de se aprofundar nos benefícios do seu produto

Cada peça de conteúdo que você cria e distribui nas mídias sociais é uma oportunidade de conscientizar seus clientes atuais e potenciais de mais um benefício relacionado ao uso de seus produtos. O segredo do sucesso no marketing de conteúdo é se aprofundar, oferecendo os detalhes e resolvendo as dúvidas dos seus clientes.

Conteúdo superficial pode até ter “efeito viral”, mas não traz benefícios para a credibilidade da marca.

3 – É fundamental mostrar coerência na imagem da marca em todas as formas de comunicação, independente de meio e mensagem

A maneira de conquistar a coerência na comunicação é criando um conceito unificador que se manifesta sob a forma de uma ideia central consolidada em uma frase (o slogan). A partir dessa ideia central, é possível desenvolver inúmeros conjuntos de palavras-chaves, bordões, personagens, imagens e situações que enfatizem essa ideia em campanhas diferenciadas nas mais variadas mídias.

O resultado da coerência na comunicação é a crescente credibilidade da sua marca

4 – Um blog corporativo deve ser fruto de pesquisa

Um blog corporativo, para ter sucesso, deve trazer informações que não seja possível de encontrar facilmente por outros meios. Garimpe informações em função de seu potencial interesse e utilidade para os seus clientes atuais e potenciais e seu blog rapidamente se tornará referência no mercado.

A chave do marketing de conteúdo em blogs corporativos é pesquisar informações úteis e interessantes, não muito fáceis de encontrar em outras mídias

5 – SEO, Marketing em Redes Sociais e Marketing de Conteúdo não são substitutos para campanhas publicitárias

De fato, as campanhas publicitárias são praticamente imprescindíveis para amplificar o sucesso das outras formas de marketing. A publicidade é a única forma de comunicação comprovadamente capaz de levar uma mensagem a um grande número de pessoas instantaneamente. Assim, é preciso pelo menos contar com uma campanha publicitária de apoio a todas as suas ações nas outras mídias sempre que a rapidez dos resultados for um fator essencial ao sucesso.

Campanhas publicitárias existem para gerar visibilidade instantânea.

6 – Todas as ações de comunicação devem seguir uma orientação estratégica

É preciso afinar os objetivos da comunicação com os objetivos gerais da empresa e os objetivos de marketing traçados para os produtos ou marcas que se deseja promover na internet. Essa integração é essencial para definir as tarefas que a comunicação deve cumprir, garantindo que a mensagem certa chegue às pessoas que se pretende influenciar em cada campanha.

Os objetivos de comunicação devem ser a consequência lógica da estratégia empresarial e dos objetivos de marketing

7 – Segurança é resultado de metodologia de base científica

Num mercado em que a justificativa para muitas recomendações é o “feeling” e outros eufemismos para “achismo”, nossa intenção é assegurar que o cliente obtenha sempre o melhor resultado possível seguindo uma metodologia de base científica, fundamentada em pesquisa. Além disso, é essencial definir um cronograma de ações para pelo menos 12 meses, seguindo etapas lógicas, objetivos claros e metodologia predefinida.

O sucesso é muito mais provável quando as ações de marketing estão previstas em um plano fundamentado em pesquisa

Precisa de ajuda para implementar em sua empresa a política descrita neste artigo? Entre em contato pelo formulário a seguir!







Artigos relacionados

Conteúdo, mídias sociais e publicidade: modo de usar

Como já foi dito anteriormente neste blog, não existe uma ferramenta de comunicação melhor do que as demais, sendo incontestável o fato de que a melhor abordagem é sempre o emprego de múltiplos canais de comunicação em uma estratégia coerente de comunicação e marketing integrado. Por isso, vamos explorar neste artigo algumas formas de integração de múltiplas ferramentas em um mix estratégico de marketing de conteúdo, marketing em mídias sociais e campanhas publicitárias.

O primeiro passo é entender a diferença fundamental entre a simples comunicação multicanais e o marketing integrado. Observe a figura 1.

Figura 1 - Marketing Multicanais sem Integração. Imagem por Géssica Hellmann & Cia.

Figura 1 – Marketing Multicanais sem Integração. Imagem por Géssica Hellmann & Cia.

Na figura 1, vemos a situação típica de uma empresa emprega uma estratégia de comunicação multicanais sem integração. Nessa estratégia, a empresa se dedica, em cada canal, a perseguir um objetivo de comunicação isolado para um público-alvo diferente dos demais. Embora seja possível pensar em diversos motivos legítimos para usar estratégia em determinados casos específicos, o fato é que, na maior parte das vezes, trata-se de um imenso desperdício de recursos que gera resultados muito aquém do verdadeiro potencial. Observe agora uma estratégia bem diferente na figura 2.

Figura 2 - Marketing Integrado Multicanais. Imagem por Géssica Hellmann & Cia.

Figura 2 – Marketing Integrado Multicanais. Imagem por Géssica Hellmann & Cia.

Principais pontos a observar na figura 2:

  • Atrair em vez de perseguir. A direção das setas sugere que, em vez de perseguir os públicos, os diferentes canais foram planejados para servir como focos de atração dos diferentes públicos.
  • Alcance ampliado. Cada canal amplia o alcance da comunicação como um todo, ao atingir pessoas que não seriam alcançadas pelos demais.
  • Engajamento ampliado. Cada canal representa a entrada de um “funil” de comunicação que conduz uma parcela do público atingido por uma mídia a conhecer e envolver-se com as mensagens das demais mídias.

A ideia central de uma política de marketing integrado é criar diversas portas de entrada para os públicos visados pela empresa. Por exemplo, caso seu objetivo seja captar novos clientes, pouco importará para você saber se os clientes chegaram até sua empresa através das mídias sociais, da publicidade ou em busca de seu conteúdo: seja qual for a porta de entrada, todos os seus clientes potenciais devem ser conduzidos a engajar-se com os seus conteúdos em outras mídias até chegar ao ponto central, de intersecção entre todas as mídias, que é a conquista de um novo cliente.

É importante lembrar que um passo crucial da integração entre diferentes mídias é que cada uma delas comunique a presença das demais. Por exemplo, sempre que possível, a publicidade e o conteúdo veiculados pela empresa devem informar ao público a presença da marca nas mídias sociais. De maneira análoga, os canais de conteúdo e as mídias sociais podem e devem ser usados para amplificar e repercutir as campanhas publicitárias. Finalmente, o conteúdo produzido pela empresa pode ter um efeito muito mais eficiente se for adequadamente divulgado e promovido com campanhas publicitárias específicas e ampla divulgação viral nas mídias sociais.

Finalmente, vale explicar aos estudiosos e especialistas que, como este não é um artigo acadêmico, tomamos algumas liberdades com relação à terminologia. Empregamos a palavra “canal” como sinônimo de “mídia” ou “meio de comunicação” e, a palavra “marketing”, como uma forma mais sintética de nos referir ao “mix de comunicação de marketing” ou “composto de comunicação mercadológica”. Temos visto também a expressão “comunicação de marketing integrado” ou “marketing integrado” sendo chamada de “comunicação 360 graus”, um termo que parece estar mais na moda das agências hoje em dia.

De qualquer forma, o que fará realmente diferença para sua empresa não são as palavras usadas pela sua agência, mas a execução impecável de sua campanha de comunicação na internet. Portanto, se você precisa de ajuda para planejar e executar uma campanha de marketing integrado – digo, “comunicação 360 graus”! – para sua empresa, entre em contato através do formulário a seguir.







Artigos relacionados

chat alexei_oliveira